Governo prepara colaboração premiada para combater a corrupção

Separação de megaprocessos, juízos especializados em corrupção, acordos de sentenças e magistrados que investigam a acompanhar os julgamentos são algumas das medidas em que o Ministério da Justiça aposta para mudar o paradigma.

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, vai tutelar a Estartégia Nacional de Combate à Corrupção
Foto
A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, vai tutelar a Estartégia Nacional de Combate à Corrupção Nelson Garrido

Colaboração premiada, separação de megaprocessos, juízos especializados em corrupção, acordos de sentenças, magistrados que investigam a acompanhar os julgamentos. Estes são alguns pontos do caderno de encargos que a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, vai entregar ao grupo de trabalho criado, sob sua tutela, na passada quinta-feira, em Conselho de Ministros, para definir uma “estratégia nacional, global e integrada de combate à corrupção”.