Bruxelas abre processo de infracção a Londres por falhanço em nomear comissário

Governo britânico informou a presidente da Comissão Europeia de que não avançaria um candidato antes das eleições legislativas de 12 de Dezembro, uma decisão que impedia entrada em funções do novo executivo comunitário a 1 de Dezembro.

,Primeiro Ministro do Reino Unido
Foto
A Comissão Juncker notificou o Governo de Boris Johnson Yves Herman/REUTERS

A Comissão Europeia abriu um processo de infracção ao Reino Unido, depois do Governo de Boris Johnson ter finalmente confirmado, numa carta enviada à presidente eleita, Ursula von der Leyen, que não vai indicar o seu candidato ao cargo de comissário europeu antes das eleições legislativas de 12 de Dezembro.