CP vai ter contrato de serviço público que corta dívida em mais de metade

Documento, que deverá ser assinado antes de 3 de Dezembro, prevê que a dívida histórica da CP seja reduzida em mais de metade, eliminando assim grande parte dos encargos anuais em juros.

Pedro Nuno Santos
Foto
LUSA/ESTELA SILVA

O contrato de serviço público entre o Estado e a CP, que neste momento se encontra na AMT - Autoridade da Mobilidade e dos Transportes, deverá ser assinado antes de 3 de Dezembro, garantiu ao PÚBLICO fonte oficial do Ministério das Infraestruturas e Habitação.