Condutor de camião onde morreram 39 pessoas acusado de homicídio

Norte-irlandês foi detido no aeroporto de Stansted, em Londres. Para além do homem de 25 anos foram detidas outras três pessoas, suspeitas dos crimes de tráfico de pessoas e de homicídio negligente. No domingo, três foram libertadas sob fiança.

Caminhão
Foto
O camião foi encontrado na quarta-feira LUSA/VICKIE FLORES

O condutor do camião onde, na passada quarta-feira, foram encontrados os corpos de 39 pessoas foi acusado de homicídio. O anúncio foi feito durante a tarde de sábado pela polícia de Essex, condado onde o veículo foi encontrado. 

O norte-irlandês de 25 anos foi detido na manhã de quinta-feira no aeroporto de Stansted, em Londres. Para além deste homem foi também detido um casal; a mulher, de 38 anos, seria a proprietária do camião. O marido, director de uma empresa de transportes, alega que o veículo foi vendido há mais de um ano a uma empresa do condado de​ Monaghan, na Irlanda do Norte, perto da residência do condutor do camião. Para além destes três suspeitos, foi também detido outro norte-irlandês de 48 anos. Todos são suspeitos dos crimes de tráfico de pessoas e de homicídio negligente.

Este domingo, os três principais suspeitos foram libertados sob fiança. 

Várias famílias tentam perceber se os entes queridos estão entre as vítimas. Na sexta-feira, a embaixada vietnamita em Londres afirmou que pelo menos dez famílias já tinham entrado em contacto com os serviços da embaixada para reportar o desaparecimento de familiares, o que aumenta a suspeita de que poderão encontrar-se entre os 39 mortos. Alguns destes cidadãos serão de origem chinesa. 

O atrelado do veículo, registado na Bulgária, terá viajado desde Zeebruges, na Bélgica, até Purfleet, em Essex. O camião, no entanto, terá vindo da Irlanda do Norte. Também durante a tarde de quarta-feira, a polícia localizou um segundo camião com nove pessoas, todas vivas, no condado de Kent. Não se sabe se os dois casos estão relacionados.

Este sábado foram também localizados, na Bélgica, dois camiões que transportavam ilegalmente 20 migrantes, um em Saint-Trond (Leste), com 11 pessoas a bordo, e outro em Bruges (Noroeste), com nove. 

Sugerir correcção