Será que um juiz deve ser secretário de Estado?

Serão estas nomeações de juízes normais e saudáveis, e estarão elas de acordo com aquilo que deveria ser a separação de poderes e o compromisso ético subscrito pelos juízes portugueses?

Este governo não tem só o maior número de ministros (19) e de secretários de Estado (50) da nossa democracia – tem também o maior número de juízes. São três, dois de carreira e uma magistrada que ainda há meia dúzia de meses estava sentada no Tribunal Constitucional. Todos eles são agora secretários de Estado. Infelizmente, não vi muita gente incomodar-se com isto. A mim incomoda-me. Por isso, pergunto: serão estas nomeações de juízes normais e saudáveis, e estarão elas de acordo com aquilo que deveria ser a separação de poderes e o compromisso ético subscrito pelos juízes portugueses?

Sugerir correcção
Ler 28 comentários