Béa Johnson

“O desperdício zero torna-se um estilo de vida quando o deixamos simplificar o nosso dia-a-dia”

É a cara do movimento global Zero Waste Home/Desperdício Zero e garante que ter eliminado o lixo da sua vida a tornou uma pessoa com mais espaço e tempo para viver. Em entrevista ao PÚBLICO, Béa Johnson salienta que esta é uma forma de estar na vida para quem valoriza a simplicidade.

Foto
Onze anos depois de ter iniciado a sua odisseia, Béa Johnson consegue acumular o lixo de 365 dias, de quatro pessoas, num frasco de menos de um litro Ricardo Lopes

Quando, em 2008, decidiu tornar a sua vida limpa de desperdícios, Béa Johnson percebeu que seria um caminho que teria de trilhar sozinha: na época, “não havia nenhum guia” para a ajudar. Por isso, começou por criar um blogue, onde ia registando as suas conclusões e, ao mesmo tempo, deixando dicas úteis a outros que quisessem optar pela mesma solução. Porém, o blogue cresceu e ela acabou por se tornar a cara de um movimento global, escreveu um livro (Desperdício Zero — Simplifique a sua vida reduzindo o desperdício em casa, ed. Presença) e passa parte do seu tempo em conferências por todo o mundo — em Setembro, esteve em Portugal, para uma palestra inserida na programação do Eco Cascais — Evento de Sustentabilidade que encheu o auditório da Casa das Histórias Paula Rego; no próximo ano, irá dedicar-se, com o marido, a uma road trip pelos EUA e Canadá.