Discussão acesa no Banco de Portugal associou Montepio ao caso BES

João Talone e Costa Pinto confrontaram cúpula do Banco de Portugal, que desvalorizou avisos dos dois conselheiros. Talone sugeriu a interrupção imediata da venda de produtos de subscrição mutualista aos balcões do Banco Montepio

Foto
Elisa Ferreira, vice-governadora em funções em Março de 2018 e Carlos Costa, governador do Banco de Portugal TIAGO PETINGA/LUSA

Carlos Costa e Elisa Ferreira foram confrontados, em reunião do Banco de Portugal de Março de 2018, com o comentário de João Talone de que o Montepio “se assemelhava a um esquema Ponzi”, comparável ao BES. Uma denúncia que agitou a cúpula do supervisor.