Entrevista

Estivadores: “Vamos ter de voltar à luta no Porto de Lisboa”

António Mariano, presidente do Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística (SEAL) defende que não estão a ser pagos os aumentos salariais previstos para 2018 e 2019 aos profissionais do Porto de Lisboa. “Para além disso, também há salários em atraso”, acrescenta

Foto
Daniel Rocha

“Não é aceitável que se rasguem contratos assinados por causa dos trabalhadores estarem a exercer um direito constitucional”. António Mariano, presidente do Sindicato dos Estivadores e Actividade Logística (SEAL), já começou com os plenários em que vai auscultar os trabalhadores acerca da forma como vão lutar contra a falta de aumentos salariais e salários a prestações no Porto de Lisboa. Desde que criou o sindicato nacional, já quase duplicou o número de estivadores filiados​.