Ferrovia pode transportar combustíveis mas Governo nem perguntou

Em Portugal, há capacidade para transportar combustíveis por caminho-de-ferro, mas essa possibilidade não foi considerada pelo Governo na crise dos combustíveis que abrandou a mobilidade rodoviária.

Foto
NFACTOS/Fernando Veludo

O transporte de combustível em comboio, desde que devidamente planeado, poderia ter sido uma das alternativas para minimizar o impacto da greve dos motoristas de matérias perigosas, mas o Governo nem sequer a estudou. As opções tiveram como base a grelha actual de distribuição por via rodoviária sobre a qual se impuseram as obrigações de serviço mínimo. No entanto, o país dispõe de uma frota de vagões cisterna – que está operacional – destinada ao transporte de combustíveis e de outros líquidos inflamáveis.