Uncharted: as viagens gastronómicas de Gordon Ramsay estreiam-se em Portugal

Entre cozinhar um porquinho-da-índia e caçar uma cabra, o novo show de Ramsay já ferve em polémicas. Sem papas na língua, o cozinheiro viaja pelo mundo em Uncharted, a partir de 7 de Agosto no National Geographic.

Gordon Ramsay
Fotogaleria
Peru DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
,Gordon Ramsay: Uncharted
Fotogaleria
A viagem começa no Peru DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Peru DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Peru DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Nova Zelândia DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Ramsay na Nova Zelândia DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Nova Zelândia DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Nova Zelândia DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Marrocos DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Marrocos DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Marrocos DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Laos DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Laos DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Havai DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel
Fotogaleria
Alasca DR/Humble Pie Rights Limited/Justin Mandel

Começou por se celebrizar pelo seu caractér irascível e pelas suas verdadeiras explosões na cozinha do programa Hell's Kitchen, que viria a inspirar o chef Gordon Ramsay a abrir um espaço no Caesar's Palace, um dos mais espectaculares hotéis-casino de Las Vegas. Depois, mostrou uma faceta mais sensível, à medida que as temporadas de MasterChef iam avançando. Agora, viaja no canal da National Geographic com um programa que combina viagens e culinária, mas que não tem sido consensual desde o dia em que foi anunciado, há já um ano.

Gordon Ramsay: Uncharted, diz a National Geographic, levou “um dos mais carismáticos chefs da actualidade (…) numa viagem à volta do mundo, à procura de algumas das culturas e receitas locais menos conhecidas”. Porém, como o próprio Ramsay gosta, há polémica em redor tanto do timing como do conceito.

Primeiro, o anúncio do arranque do projecto foi feito pouco mais de um mês após a morte do chef-viajante por excelência Anthony Bourdain, o que levou a que várias vozes críticas se erguessem em choque por aquilo que assumiram como uma substituição do que seria insubstituível. Depois, o mote, que passa por Ramsay desafiar gentes locais a competirem consigo a confecção de um prato regional, levou a que muitos o acusassem de não respeitar as culturas e tradições de cada lugar. 

Mas tanto a National Geographic como o conceituado chef permanecem imunes às críticas e a estreia da série em Portugal acontece a 7 de Agosto, pelas 22h10. A viagem pelos sabores do mundo arranca no Vale Sagrado dos Incas, no Peru, onde Ramsay vai tentar desvendar os segredos da cozinha de alta altitude – afinal, os quase 3400m de altitude mudam tudo, desde o sabor do produto até à temperatura em que a água ferve... E o guia-cozinheiro terá ainda uma nova experiência: cozinhar num forno de barro que remonta ao império Inca. Ramsay abraça, porém, o desafio. “O Vale Sagrado é como um oásis em alta altitude, e agora é hora de colocá-lo no prato.” Atenção à primeira polémica: cozinha-se aqui porquinho-da-índia.

Da América do Sul, segue para a Oceânia (dia 14 de Agosto, 22h10), viajando até aos cantos remotos da Nova Zelândia numa aventura para descobrir os segredos da cozinha maori, mas acabando por protagonizar uma cena que o colocou sob fogo cruzado: o escocês dispara sobre uma cabra-selvagem que depois cozinha e come

No dia 21, é transmitido o episódio filmado n’ As Montanhas de Marrocos, para uma aventura épica para desvendar os segredos da cozinha dos berberes.

O último episódio do mês decorre na Costa de Hana, no Havai, com uma incursão à Ilha de Maui para explorar os ingredientes exóticos da cozinha havaiana. Para Setembro ficam reservados os últimos dois episódios: em Laos (Vienciana) e no Alasca.