Portimão faz da sardinha um festival

A sardinha é rainha na zona ribeirinha da cidade e a festa, entre muita sardinhada e música, decorre de 7 a 11 de Agosto.

Arrosticini
Fotogaleria
O festival recebe cerca de 50 mil visitantes DR
Festival da Sardinha
Fotogaleria
O menu não precisa de mais do que sardinha, batata e salada à algarvia DR
Fotogaleria
No dia 6 de Agosto há recriação da descarga da sardinha DR

Aqui há sardinha! Se der com esta insígnia à entrada de um restaurante, está no (bom) caminho do Festival da Sardinha. Durante cinco dias, a festa está montada na zona ribeirinha de Portimão, junto ao Clube Naval, num evento que é já um dos maiores certames gastronómicos do Algarve.

Nos estabelecimentos associados, a sardinha é rainha seja de que forma for: assada, no pão ou no prato, com batata cozida e salada à algarvia…

À espera dos comensais estão ainda outros petiscos tradicionais, doçaria, artesanato, insufláveis, uma roda gigante e um cartaz musical com nomes bem conhecidos nesta e noutras praças: Amor Electro, Bárbara Bandeira, Marco Rodrigues, C4 Pedro e Expensive Soul (dando, respectivamente, um concerto por noite a partir das 22h). 

A véspera da abertura, dia 6 às 10h, em jeito de surpresa de boas-vindas, é feita uma viagem ao passado com a recriação da descarga da sardinha por grupos de teatro locais em parceria com o Museu de Portimão. “Esta viagem ao passado, com trajes, dizeres e meios de transporte de há largas décadas”, acrescentam, “contará com uma mega sardinhada popular”. Nesse dia, a RTP1 estará em directo da cidade a partir das 10h.

No ano passado, segundo dados da organização, a câmara municipal de Portimão (com vários parceiros, incluindo a Zomato), o festival atraiu cerca de 50 mil visitantes em recinto aberto.

Os restaurantes aderentes são À Ravessa, Casa Bica, Dona Barca, Forte e Feio, O Meco, Retiro do Peixe Assado, Ú Venâncio e Zizá. 

Este ano, haverá também a possibilidade de saborear a sardinha no prato e no pão no recinto do Festival, em quatro pontos de venda, a cargo das coletividades locais Boa Esperança Atlético Clube, Clube União Portimonense, Gejupce e Grupo Desportivo e Recreativo Alvorense.

Quem passear pela zona ribeirinha, entre o Museu de Portimão e a zona entre pontes, irá encontrar muito mais, do artesanato à doçaria e com muita animação de rua.

A programação pode ser consultada no site oficial.

Sugerir correcção