Interactivo: onde estão os 326 postos de combustíveis disponíveis em caso de greve?

Rede estratégica nacional passa a contar com mais 16 postos face à paralisação de Abril.

A curta greve de Abril deixou grande parte dos postos sem combustíveis
Foto
A curta greve de Abril deixou grande parte dos postos sem combustíveis Ricardo Lopes

A Entidade Nacional para o Sector Energético (ENSE) divulgou a lista dos 326 postos disponíveis em caso de greve dos motoristas de materiais perigosos, marcada para 12 de Agosto e por tempo indeterminado. A Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA) contém mais 16 postos do que a fixada para a greve de Abril e foi divulgada antes mesmo de terem sido fixados os serviços mínimos.

De acordo com a lista, o distrito com mais postos é Lisboa, com 48 postos, seguida do Porto, com 41. O Algarve, nesta época do ano com elevado fluxo de turistas, e já pediu ao Governo medidas excepcionais, terá 22 postos.

Em Abril, cada veículo particular podia abastecer gasolina ou gasóleo num máximo de 15 litros nos postos da REPA.

A ENSE divulgou também a lista dos postos destinados a veículos prioritários (como ambulâncias, veículos dos bombeiros ou forças de segurança), que conta com 56 postos a nível nacional.

Esta quarta-feira, a ENSE informou que as reservas de combustíveis (reservas de emergência e de segurança) disponíveis asseguram o funcionamento da economia nacional e do país, durante 90 dias, sem necessidade de importação ou refinação de produtos acabados, e estão aptas a chegar a qualquer ponto do território nacional através do accionamento do plano de emergência.

A última reunião entre a associação das empresas de transportes de mercadores, a Antram, e os sindicatos que convocaram a greve terminou sem acordo.

O ministro das Infra-estruturas já disse que o Governo está-se “a preparar” para a paralisação de 12 de Agosto, mas ainda não foram fixados os serviços mínimos, reclamados por vários sectores.