Opinião

Como destruir um partido (em três etapas)

Já todos percebemos que Rui Rio decidiu cavalgar corajosamente em direcção à sua morte política. Convinha que não levasse o PSD consigo.

Seria bom que Rui Rio parasse um pouco para pensar naquilo que anda a fazer. O que se está a passar neste momento no PSD vai muito além de diferenças de visão política e de saber se o partido deve estar mais à esquerda, mais à direita ou mais ao centro. Sim, é verdade que é aí que os erros começam, sobretudo devido a uma incapacidade confrangedora em enfrentar aquilo que Costa e Centeno fizeram nos últimos quatro anos.