Patrice Lagisquet vai ser o novo seleccionador nacional

Portugal joga neste sábado na Alemanha o play-off de acesso ao Rugby Europe Championship, naquele que será o último jogo de Martim Aguiar no comando do “XV português”.

Lagisquet foi adjunto da selecção francesa entre 2012 e 2015
Foto
Lagisquet foi adjunto da selecção francesa entre 2012 e 2015 DR

A selecção portuguesa de râguebi terá neste sábado o jogo mais importante do ano, mas, aconteça o que acontecer em Frankfurt, no play-off de acesso ao Rugby Europe Championship, a partida contra a Alemanha será a última de Martim Aguiar no comando do “XV português”.

O técnico, que assumiu o comando da selecção portuguesa em Setembro de 2016, será substituído após o confronto com os germânicos pelo francês Patrice Lagisquet, que terá como adjunto Frederico Sousa, técnico que em Maio sagrou-se campeão nacional pela Agronomia.

Pouco mais de dois meses após reassumir a presidência da Federação Portuguesa de Rugby (FPR), Carlos Amado da Silva prepara-se para anunciar uma reformulação completa nos comandos das selecções nacionais de XV e de sevens. Tal como tinha feito em Julho de 2015, quando entregou ao francês Olivier Baragnon a liderança da selecção de XV e a António Aguiar os Sevens, o líder federativo vai voltar a apostar num técnico gaulês.

Segundo o PÚBLICO apurou, o antigo internacional francês Patrice Lagisquet está confirmado como futuro homem forte da selecção nacional de XV, substituindo Martim Aguiar, e terá na sua equipa técnica Frederico Sousa. Para além de auxiliar Lagisquet, o seleccionador português entre 2013 e 2014 vai ter a seu cargo a liderança dos sevens, onde vai ocupar o lugar de António Aguilar. Apesar do regresso à FPR, Frederico Sousa irá manter-se como treinador de Agronomia.

Com um currículo de respeito como jogador – vestiu por 46 vezes a camisola da selecção francesa -, Lagisquet tem igualmente uma carreira sólida como treinador e, em 2006, foi considerado pelo Midi Olympique, um dos jornais de referência do rugby gaulês, como o “melhor treinador de França”, após vencer pelo segundo ano consecutivo o campeonato francês no comando do Biarritz.

Para além da longa ligação ao Biarritz, onde também conquistou em 2011-12 a European Challenge Cup, Lagisquet, de 56 anos, teve também uma passagem pela principal selecção francesa, onde foi responsável pelos “três-quartos” entre 2012 e 2015, na “equipe de France” liderada por Philippe Saint-André.

Play-off neste sábado na Alemanha

Ainda com Martim Aguiar no comando, Portugal terá neste sábado em Frankfurt uma missão muito difícil. Após vencer pelo terceiro ano consecutivo o Rugby Europe Trophy, o segundo escalão da Rugby Europe, com vitórias em todos os jogos, os Lobos terão que ganhar na Alemanha para regressar ao Rugby Europe Championship.

No jogo, que terá início às 13h00, a Alemanha entrará em campo com os seus principais trunfos - mais de metade dos convocados são jogadores naturalizados -, enquanto Portugal voltará a apresentar-se sem a quase totalidade dos profissionais que jogam no estrangeiro.

Entre os 23 eleitos por Martim Aguiar, apenas Anthony Alves, Manuel Cardoso Pinto e Jacques LeRoux não jogam no campeonato português. De fora, por opção técnica, motivos pessoais ou por lesão, ficaram jogadores como Julien Bardy, Pedro Bettencourt, José Lima, Geoffrey Moise, Tadjer Barbosa, Francisco Fernandes, Samuel Marques, Jean Sousa ou Cyrille Andreu.

XV de Portugal: 1- Côrte-Real, 2- Nuno Mascarenhas; 3 – Anthony Alves, 4 – José D’Alte, 5 – Rebelo de Andrade, 6 – David Wallis, 7 – Salvador Vassalo, 8 – Jacques Le Roux, 9 – João Belo, 10 – Jorge Abecasis, 11 – António Cortes, 12 – Tomás Appleton, 13 – Rodrigo Freudenthal, 14 – Rodrigo Marta, 15 – Manuel Marta.