No vinho também há luta de classes

Tentámos descobrir o que será um vinho de gama média. Não chegámos a um consenso, mas descobrimos que o número de portugueses esclarecidos, dispostos a pagar um pouco mais pelo vinho que consomem, está lentamente a subir.

Foto
Nelson Garrido

Pode parecer exagero, mas parece ser verdade que 80% dos portugueses só compram vinhos até 2€, cerca de 18% até aos 4€ e apenas 2% abre os cordões à bolsa para vinhos acima deste valor, havendo ainda quem prefira dizer que 90% dos portugueses só compram vinhos até 4€. Fomos à procura de respostas para o que poderá ser um vinho de gama média em qualidade e do que seria um vinho de preço médio, estabelecendo, neste caso, um intervalo entre os 4 e os 8 euros. Conversámos com produtores de pequena, média e grande dimensão, com enólogos, responsáveis de garrafeiras, com distribuidores, visitámos supermercados – afinal, quem, em grande maioria, é responsável pela chegada dos vinhos às prateleiras das lojas.