O Óscar de Melhor Filme pertence a Green Book: Um Guia para a Vida

A decisão da Academia mais aguardada da noite acabou por surpreender: o Melhor Filme é Green Book: Um Guia para a Vida.

Fotogaleria
Green Book: Um Guia para a Vida foi o vencedor DR
Fotogaleria
A Favorita, um dos nomeados para Melhor Filme DR
Fotogaleria
Black Panther, outro dos filmes nomeados DR
Fotogaleria
Bohemian Rhapsody também estava nomeado para Melhor Filme DR
Fotogaleria
O filme nomeado para Melhor Filme BlacKkKlansman DR
Fotogaleria
Assim Nasce uma Estrela, outro dos nomeados DR
Fotogaleria
Roma venceu Melhor Filme Estrangeiro e estava também nomeado para Melhor Filme DR
Fotogaleria
Vice estava nomeado para Melhor Filme DR

Green Book: Um Guia para a Vida, realizado por Peter Farrelly, ganhou a estatueta dourada para Melhor Filme na 91.ª edição dos Óscares, na madrugada de domingo para segunda-feira. Nomeado para um total de cinco categorias, o filme ganhou ainda o Óscar de Melhor Actor Secundário (Mahershala Ali) e o Óscar de Melhor Argumento Original

O filme acompanha a jornada do pianista negro Don Shirley (Mahershala Ali, Melhor Actor Secundário da noite) no início dos anos 1960 e do seu motorista italo-americano Tony Vallelonga (interpretado por Viggo Mortensen), também conhecido por Tony Lip — que mais tarde faria de Carmine Lupertazzi em Os Sopranos. Co-escrita pelo filho de Tony, Nick Vallelonga​, a longa-metragem foi escolhida como Melhor Filme, apesar das dez nomeações de Roma (venceu três) e das dez nomeações de A Favorita (que só ganhou o Óscar de Melhor Actriz).

Ao todo, eram oito os nomeados nesta categoria: além de Green Book, baseado numa história verídica, estavam nomeados Roma (de Alfonso Cuarón), A Favorita (de Yorgos Lanthimos), Bohemian Rhapsody (Bryan Singer), Black Panther (Ryan Coogler), BlacKkKlansman: O Infiltrado (Spike Lee), Assim Nasce Uma Estrela (Bradley Cooper) e Vice (Adam McKay).

No ano passado, o vencedor foi o filme A Forma da Água, realizado por Guillermo del Toro, que levou ainda outras três estatuetas (a de Melhor Realizador, Melhor Banda Sonora e Melhor Cenografia). Em 2017, o vencedor foi Moonlight — mas antes, houve um “erro histórico”: o envelope errado foi parar ao palco e La La Land: Melodia de Amor foi momentaneamente considerado o melhor filme da noite.