Na Liste francesa dos melhores restaurantes do mundo há mais um português

O Feitoria, de João Rodrigues, soma-se aos oito restaurantes portugueses incluídos no ranking dos mil melhores restaurantes do mundo elaborado pela francesa La Liste.

Foto
O restaurante Feitoria, de João Rodrigues, é a nova entrada portuguesa na lista Enric Vives-Rubio

São agora nove os espaços portugueses que integram a francesa La Liste, com a estreia do Feitoria, liderado pelo chef João Rodrigues, classificado com uma estrela Michelin. O restaurante lisboeta entra pela primeira vez na lista dos mil melhores restaurantes do mundo com uma pontuação de 82%, sendo o sétimo mais bem classificado entre os portugueses.

La Liste, que acaba de divulgar os resultados de 2019, foi criada em 2015 por Laurent Fabius, então ministro francês dos Negócios Estrangeiros, reúne “as avaliações dos melhores restaurantes do mundo” realizadas por “mais de 550 guias e publicações” e converte todas pontuações atribuídas num único sistema, com notas de 0 a 100, resultando num ranking de rankings.

Entre os restaurantes portugueses, o mais bem classificado para 2019 mantém-se o Ocean (Porches, 96%), seguindo-se Il Gallo d’Oro (Funchal, 91,50%), Belcanto (Lisboa, 90,25%), The Yeatman (Vila Nova de Gaia, 90,25%) e Vila Joya (Albufeira, 84,75%), todos com duas estrelas Michelin. A Fortaleza do Guincho (Cascais) surge com um somatório de 83,70%, enquanto o restaurante Henrique Leis (Almancil) e o Largo do Paço (Amarante) fecham a lista de portugueses, ambos com 80%. Esta é a nota mais baixa entre os primeiros mil classificados, abrangendo mais de uma centena de espaços no final da tabela publicada online.

Todos os restaurantes portugueses viram a classificação atribuída pela lista francesa baixar em relação ao ano passado, à excepção da Fortaleza do Guincho, desde Novembro liderada por Gil Fernandes (subiu), e do Largo do Paço, que manteve a nota com que se estreou no ano passado.

Uma vez mais, a lista internacional é liderada pelo restaurante francês Guy Savoy (99,75%), seguido pelo nova-iorquino Le Bernardin (99,75%) e pelo espaço de Alain Ducasse na Plaza Athénée, em Paris (99,50%). O chef basco Martín Berasategui, que acaba de inaugurar em Lisboa o seu Fifty Seconds, na Torre Vasco da Gama, faz também parte do top 10, com o Lasarte-Oria (Espanha, 99,50%), assim como o Matsukawa (Japão, 99,50%), L’Arpège (França, 99,25%), o restaurante no Hôtel de Ville de Crissier (Suíça, 99,25%), The French Laundry (EUA, 99,25%) e Eleven Madison Park (EUA, 99,25%).