Pedrógão: saiba quem são os 12 acusados e os crimes pelos quais respondem

Três responsáveis da Protecção Civil e dois quadros da EDP respondem cada um por 107 crimes

Mais de 60 pessoas morreram nos incêndios de Junho de 2017.
Foto
Mais de 60 pessoas morreram nos incêndios de Junho de 2017. Paulo Pimenta

O Ministério Público (MP) anunciou esta quinta-feira que deduziu acusação contra 12 arguidos no âmbito do inquérito aos incêndios que, a 17 de Junho do ano passado, lavraram nos concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Alvaiázere e Ansião.

Sub-director da área comercial da EDP, José Geria:

  • 63 crimes de homicídio por negligência
  • 44 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 14 dos quais graves

Sub-director da área de manutenção da zona Centro da EDP, Casimiro Pedro:

  • 63 crimes de homicídio por negligência
  • 44 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 14 dos quais graves

Antigo comandante distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Protecção Civil, Sérgio Gomes, actualmente adjunto do comando nacional:

  • 63 crimes de homicídio por negligência
  • 44 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 14 dos quais graves

Comandante dos bombeiros de Pedrógão Grande, Augusto Arnaut:

  • 63 crimes de homicídio por negligência
  • 44 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 14 dos quais graves

Segundo comandante distrital de Leiria da Autoridade Nacional de Protecção Civil, Mário Cerol:

  • 63 crimes de homicídio por negligência
  • 44 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 14 dos quais graves

Membro da Comissão Executiva da Ascendi Pinhal Interior com o pelouro de Operação e Manutenção, José Revés:

  • 34 crimes de homicídio por negligência
  • 7 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 5 dos quais graves

Responsável pela Direcção de Operação e Manutenção da Ascendi Pinhal Interior, António Berardinelli:

  • 34 crimes de homicídio por negligência
  • 7 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 5 dos quais graves

Responsável pelo Centro de Assistência e Manutenção da Ascendi Pinhal, Rogério Mota:

  • 34 crimes de homicídio por negligência
  • 7 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 5 dos quais graves

Ex-presidente do município de Castanheira de Pêra, Fernando Lopes:

  • 10 crimes de homicídio por negligência
  • 1 crime de ofensa à integridade física por negligência

Ex-vice-presidente da Câmara de Pedrógão Grande, José Graça:

  • 7 crimes de homicídio por negligência
  • 4 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 3 dos quais graves

Engenheira florestal Margarida Gonçalves, a única a integrar o Gabinete Técnico Florestal do município de Pedrógão Grande:

  • 7 crimes de homicídio por negligência
  • 4 crimes de ofensa à integridade física por negligência, 3 dos quais graves

Presidente da câmara de Figueiró dos Vinhos, Jorge Abreu:

  • 2 crimes de homicídio por negligência
  • 1 crime de ofensa à integridade física por negligência grave