Outro descarrilamento na Beira Alta, o quarto deste ano. Circulação já foi reposta

Circulação entre Contenças e Gouveia esteve suspensa. Nos últimos quatro anos houve dez comboios que descarrilaram nesta linha, dois deles de passageiros.

Foto
Imagem da Linha da Beira Alta paulo pimenta

Um comboio de mercadorias descarrilou na tarde desta quinta-feira pelas 16h55 na linha da Beira Alta, entre as estações de Gouveia e Contenças (concelho de Mangualde). Não houve feridos, mas a linha esteve interrompida, tendo a CP facultado transbordo rodoviário alternativo. A Infra-estrutura de Portugal anunciou na sexta-feira que às 9h25 foram concluídos os trabalhos de reabilitação da via férrea no local do descarrilamento, tendo sido restabelecida a circulação entre Gouveia e Mangualde. 

O descarrilamento aconteceu com uma composição da Medway (antiga CP Carga) — conhecida na gíria ferroviária por “comboio do IKEA” por transportar produtos daquela marca — que vinha de Vilar Formoso para Alfarelos. O 9.º vagão do comboio saltou dos carris, mas os danos não são muito elevados. 

Uma equipa do GPIAAF (Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários) esteve no local.

Este é o quarto descarrilamento na linha da Beira Alta este ano. Nos últimos quatro anos houve dez comboios que descarrilaram nesta linha, mas só dois eram de passageiros. Nunca houve feridos.