Torne-se perito

Homem condenado a cinco anos de prisão suspensa por tentativa de homicídio

O caso remonta a 31 de Setembro de 2016, quando um homem tentou atingir a vítima com uma arma após uma discussão num bar.

Foto
O Tribunal São João Novo condenou o arguido a cinco anos de prisão suspensa MANUEL ARAÚJO/arquivo

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou um homem a cinco anos de prisão, suspensa na sua execução, por tentar matar um outro com uma arma durante uma discussão, em Setembro de 2016, no Porto. O colectivo de juízes sentenciou ainda o arguido, de 34 anos, ao pagamento de uma coima de 500 euros e à inibição de conduzir por seis meses por ter conduzido em sentido oposto ao legalmente estabelecido, na altura do crime, indica a sentença a que a agência Lusa teve acesso esta quinta-feira.

A 31 de Setembro de 2016, numa zona de bares de diversão nocturna do Porto, os dois homens desentenderam-se no interior do bar por a vítima ter dado ao arguido uma pancada na cabeça em jeito de cumprimento, depois de o confundir com um amigo. Apesar de pedir desculpa, depois de constatar que não o conhecia, o arguido não ficou convencido e, mais tarde, foi ter com ele juntamente com dois amigos e envolveu-se numa discussão, tendo o dono do bar pedido para saírem de modo a serenar os ânimos.

Já cá fora, os dois envolveram-se em confrontos físicos e verbais, tendo a vítima dado um estalo ao arguido que acabou por cair no chão, indo-se depois embora. A vítima regressou para o bar e, no final da noite, à saída do espaço de diversão nocturna foi surpreendido pelo arguido que, no interior do carro, circulando em sentido contrário, o tentou atingir com uma arma, mas sem sucesso. Vendo que não o atingiu, o arguido colocou-se em fuga e desfez-se da arma.

No início do julgamento, o arguido manifestou arrependimento, dizendo que não tinha intenção de matar.

Sugerir correcção