Michelle Obama já não está na mesma sala do Smithsonian

Dada a afluência de público, o museu mudou o quadro da ex-primeira-dama.

Foto
Jim Bourg/Reuters

O retrato oficial da ex-primeira-dama norte-americana já não está na mesma sala da Galeria Nacional de Retratos do Smithsonian, em Washington D.C.. O quadro foi mudado para uma sala maior por causa do público, justificou o museu no Twitter.

"Por aqui estamos sempre a mudar as coisas de lugar. Devido à elevada afluência de visitantes, mudamos o retrato de Michelle Obama para o terceiro andar, para as galerias de arte americana do século XX", informou o museu.

Desde que são conhecidos os retratos oficiais do ex-Presidente Barack Obama e da sua mulher que o número de visitantes aumentou muito. Segundo a CNN, em Fevereiro, passaram pelo Smithsonian 176.700 pessoas, a maior afluência dos últimos três anos. 

O retrato de Michelle foi pintado por Amy Sherald e, assim que foi conhecido, o primeiro elogio chegou da parte de Obama que se dirigiu à artista para lhe dizer: "Amy, quero agradecer por capturar tão espectacularmente a graça, a beleza e a inteligência, o charme e o calor da mulher que eu amo."

Também a ex-primeira-dama não deixou de elogiar o quadro, mas, então, lembrou 
"todos os jovens, particularmente as meninas e as meninas de cor, que nos próximos anos virão a este lugar, e verão uma imagem, pendurada na parede desta grande instituição norte-americana, de alguém que se parece com elas".