Emma Watson contribui com mais de um milhão para novo fundo Time's Up no Reino Unido

A actriz britânica quer apoiar organizações que trabalham com vítimas de assédio e abuso.

Foto
Carlo Allegri

Emma Watson doou um milhão de libras (1,13 milhões de euros) a um novo fundo do Reino Unido, criado para apoiar organizações que trabalhem com vítimas de assédio e de abuso no local de trabalho, o Fundo de Justiça e Igualdade, anunciado recentemente numa carta aberta que foi assinada por mais de 200 mulheres britânicas e irlandesas que trabalham na indústria do entretenimento, conhecida neste domingo e que apela a uma mudança.

"Então, convidamos todos a juntarem-se a nós para contribuírem para o novo fundo de justiça e igualdade do Reino Unido, espalharem a palavra e serem catalisadores da mudança. Todos podem fazer a diferença usando a sua plataforma, a sua voz e o seu poder para a mudança", apela a carta, citada pelo Guardian.

Saoirse Ronan, Emilia Clarke, Jodie Whittaker, Carey Mulligan, Emma Thompson, Keira Knightly e Olivia Colman são algumas das celebridades que a assinaram. "Junte-se a nós e doe ao novo Fundo de Justiça e Igualdade, que apoiará as organizações que trabalham para acabar com uma cultura em que o assédio e o abuso são comuns", escreveu Watson no Instagram. E deu o exemplo.