Sondagem: portugueses confiam mais em Costa do que em Passos para governar

Quando se trata de avaliar os líderes partidários, de 0 a 20, quem vai à frente é António Costa. Em último, Passos Coelhos.

Se os portugueses fossem hoje às urnas, o PS teria 43,7%
Foto
Se os portugueses fossem hoje às urnas, o PS teria 43,7% Nuno Ferreira Santos

Quando a pergunta é em quem têm mais confiança para chefiar o Governo, a resposta dos portugueses não deixa grande margem para dúvidas: 69,1% preferem o actual primeiro-ministro António Costa e apenas 22,2% o anterior, Passos Coelho. E esta não é a única boa notícia para os socialistas relevada pela sondagem Correio da Manhã/Aximage: se os portugueses fossem hoje às urnas, o PS teria 43,7%; o PSD teria praticamente metade, 24,6%.

E estas também não são ainda as únicas duas boas notícias para socialistas. Quando em causa está uma avaliação dos líderes partidários, numa escala de 0 a 20, quem vai à frente é… António Costa. Quem fica em último é… Passos Coelho. Em primeiro lugar está, então, Costa com 15,6 valores. Em segundo, a líder bloquista, com 11,8. Segue-se o secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, com 10,4. A direita tem notas negativas: a líder centrista, Assunção Cristas, é avaliada com 7,7 e, em último, o presidente do PSD, Passos Coelho, com 5,2 valores.

Se as eleições legislativas fossem hoje, segundo este barómetro Correio da Manhã/Aximage, publicado nesta sexta-feira naquele jornal, quem ganharia seria o PS com 43,7 (em Maio, a percentagem era de 42,4%). Em segundo lugar, está o PSD com 24,6% (em Maio, o valor era 24,5%). A seguir, surge o Bloco de Esquerda, com 9,7% (em Maio, estava nos 10%); depois, a CDU com 7,8% (7,7% em Maio) e, por fim, o CDS com 4,6% (em Maio os centristas tinham 5,4%). Há ainda 7,3% de votos brancos, nulos e outros (8,2% em Maio) e 2,3 indecisos (em Maio, 1,8%). A abstenção ficaria nos 33,6% (35,3% em Maio).

Que outros dados mostra esta sondagem? O primeiro nome que surge na cabeça dos eleitores é o de António Costa e, depois, o do ministro das Finanças. Mário Centeno é visto como o melhor governante por 42,1% dos portugueses. Os piores lugares ficam para os ministros da educação e da saúde, com 12,7 e 11,2 respectivamente.

Os resultados revelam ainda que perto de 60% considera que o Governo está a agir melhor do que o esperado; 6,2% pior e para 32,8% é igual. O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa? Tem 18,6 valores; 89,2% consideram que tem actuado bem; 4,9 mal e 4,1 assim-assim.

O universo do barómetro Correio da Manhã/Aximage, realizado entre 7 e 11 de Junho, inclui os inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo ou telemóvel e contou com uma amostra de 601 entrevistas.