Manuel dos Santos responde a Costa: "Não sou racista"

O eurodeputado considerou que a sua oposição a Luísa Salgueiro é meramente "política".

Foto
O eurodeputado respondeu ao primeiro-ministro António Costa que tinha defendido a expulsão de Manuel dos Santos LUSA

Manuel dos Santos, eurodeputado socialista, respondeu esta sexta-feira a António Costa, depois de o primeiro-ministro ter defendido que o eurodeputado devia ser expulso do Partido Socialista (PS) após os comentários que caracterizavam a deputada Luísa Salgueiro como sendo “cigana e não só pelo aspecto”.

“O SG/PS[secretário-geral do PS](ou será PM[primeiro-ministro]) quer ver-me expulso do PS? Lá teremos que revisitar os insultos do Galamba ao Seguro, para instrução do processo”, escreveu Manuel dos Santos na sua página do Twitter, a mesma rede social em que tinha feito os comentários sobre Luísa Salgueiro. "Tenha alguma dignidade, homem. Não arraste António José Seguro para o seu lamaçal", respondeu o deputado socialista João Galamba à publicação de Manuel dos Santos em que era mencionado.

António Costa tinha criticado nesta sexta-feira Manuel dos Santos, considerando que o insulto era “uma vergonha para o PS”, motivo pelo qual deveria ser expulso do partido pelos seus “preconceitos racistas”. Nesta sexta-feira, a deputada Luísa Salgueiro foi acusada de votar “com os centralistas” na saudação à iniciativa de candidatar a cidade de Lisboa a receber a Agência Europeia do Medicamento.

Num tweet anterior, Manuel dos Santos dizia ser “uma verdadeira vergonha” o facto de “os deputados socialistas do Porto” terem votado na candidatura de Lisboa a sede da Agência Europeia do Medicamento – na verdade, todos os deputados de todos os partidos votaram, já que a proposta foi aprovada por unanimidade e até passou despercebida

Também na sua página do Twitter, Manuel dos Santos tem acompanhado o desenvolvimento da polémica, garantindo que não é “racista”. “Podem continuar se quiserem: não me demovem nem me atemorizam”, escreveu, considerando que “afinal há mesmo racismo em Portugal: chamar a alguém ‘cigano’ é considerado um insulto e serve para construir narrativas”. E justificou a sua expressão: “A minha oposição à candidata imposta à Câmara de Matosinhos é política e visa defender o partido socialista do concelho. Não ficarei calado”.

As críticas de Manuel dos Santos a Luísa Salgueiro já vêm de trás e prendem-se com a escolha da deputada para encabeçar a lista do PS à Câmara de Matosinhos. Quando foi contactada pelo PÚBLICO, a deputada socialista não sabia dos insultos e preferiu não fazer comentários. 

A distrital do Porto do PS retirou a confiança política ao eurodeputado e avisa que o presidente do partido, Carlos César, vai fazer "uma participação disciplinar" aos "órgãos jurisdicionais a propósito desta atitude", lê-se num comunicado enviado às redacções.