Morreu Black, o cantor do êxito Wonderful life

Tinha 53 anos e interpretou um dos temas mais tocados na década de 1980, que se tornaria uma música facilmente reconhecível nos anos seguintes.

Foto
Colin Vearncombe, aliás Black, numa imagem promocional DR

O cantor britânico Black, autor de êxitos como Sweetest smile e, principalmente, Wonderful life, morreu na terça-feira aos 53 anos, duas semanas depois de um acidente rodoviário na Irlanda que o deixara em estado crítico.

"Colin Vearncombe [o seu nome de baptismo] 26/5/1962 - 26/1/2016. Nunca caminharás sozinho", indica uma mensagem publicada na sua página oficial de Facebook.

Black "morreu pacificamente, rodeado da sua família, que cantou para acompanhar a sua última viagem”, prossegue o texto, acrescentando que será organizado um serviço fúnebre em sua homenagem em Liverpool, a cidade onde nasceu.

Vearncombe foi hospitalizado na sequência de um acidente na estrada no dia 10 de Janeiro, perto do aeroporto de Cork, na Irlanda. Colocado em coma induzido, sofria de lesões cerebrais, indica ainda a sua página no Facebook.

Wonderful life, uma canção pop de tom melancólico, teve um grande sucesso nos tops europeus em 1986, nomeadamente em França. Vearncombe, que também era pintor e poeta, lançou oito álbuns como Black – o último dos quais, Blind Faith, do ano passado – e seis em nome próprio, mas sem tanto sucesso quanto os singles da segunda metade dos anos 1980.

Sugerir correcção