A notícia foi confirmada pelo médico legista do condado de Los Angeles e por um dos membros fundadores da banda. O cantor da banda que celebrizou temas como Numb ou In the End tinha 41 anos.

  • A notícia foi confirmada pelo médico legista do condado de Los Angeles e por um dos membros fundadores da banda. O cantor da banda que celebrizou temas como Numb ou In the End tinha 41 anos.

  • Escreveu mais de cem livros e foi secretário de Estado e porta-voz sob a presidência de François Mitterrand.

  • Estrela da TV americana dos anos 1960, trabalhou no cinema com Mankiewicz, Hitchcock, Coppola ou Woody Allen. Com Tim Burton, ressuscitou a figura mítica de Lugosi em Ed Wood. Tinha 89 anos.

  • O realizador de A Noite dos Mortos-Vivos e A Maldição dos Mortos-Vivos deixa uma marca indelével no género dos filmes de terror. Tinha 77 anos.

  • O homem mais rico de Portugal foi operado seis vezes ao coração nos últimos meses. Tinha 82 anos.

  • A actriz italiana morreu este sábado em Roma, aos 82 anos. A carreira arrancou com um convite de Kirk Douglas e, entre 1953 e 1970, trabalhou com realizadores como Mario Monicelli, Howard Hawks, Orson Welles ou Roger Vadim.

  • Iniciou carreira no Independente, passou pelo O Primeiro de Janeiro, Diário de Noticias e escrevia na Visão desde 1999.

  • Actor norte-americano tinha 39 anos e morreu de problemas cardíacos. A sua personagem era uma das mais queridas numa série televisiva que falava de discriminação e diferença à boleia da fantasia e do terror.

  • Um dos pioneiros da música concreta, aluno de Maessian, colaborador de Pierre Schaeffer ou de Maurice Béjart, Pierre Henry deixou influência nas vanguardas musicais do século XX e foi nome relevante na emergência da música electrónica. Morreu em Paris, aos 89 anos.