Bolsas europeias em queda com petróleo abaixo dos 28 dólares

BCP, a Pharol e o BPI lideram queda no PSI 20.

O petróleo deverá garantir este ano apenas 36,5% das receitas fiscais angolanas
Foto
A produção mundial está a exceder largamente a procura AFP/MARTIN BUREAU

As bolsas europeias iniciaram a sessão a desvalorizar, pressionadas pela contínua derrapagem do preço do petróleo.

O STOXX Europe 600, um índice que agrega 600 empresas europeias, caía mais de 3% cerca de uma hora e meia após a abertura dos mercados. As principais bolsas europeias registavam perdas semelhantes, oscilando entre os 2,6% do índice londrino FTSE 100 e os 3,3% do francês CAC 40.

Ligeiramente melhor, o PSI 20 desvalorizava 2,2%, com o BCP, a Pharol e o BPI a liderarem as perdas. A cotação do BCP caía quase 8%, elevando para cerca de 30% as perdas ao longo da última semana. O BPI desvalorizava perto de 5%, acumulando perdas semanais em torno dos 20%. 

A queda das acções, uma tendência nestas primeiras semanas de 2016, é impulsionada por uma descida do preço do petróleo. Nesta quarta-feira, o Brent (que serve de referência para Portugal) está a negociar abaixo dos 28 dólares por barril, continuando o caminho da desvalorização que o colocou em valores mínimos dos últimos 12 anos, em resultado de um excesso de produção mundial de crude face à procura.

Também nesta quarta-feira, a petrolífera Shell antecipou uma queda dos lucros do último trimestre de 2015, que pode chegar aos 42%. Às 10h, as acções da empresa estavam a cair quase 6%.