Activision compra criadora do Candy Crush por 5,9 mil milhões de dólares

King Digital Entertainment adquirida por empresa que detém títulos como Guitar Hero, Call of Duty ou World of Warcraft.

Foto
King

A King Digital Entertainment, criadora do Candy Crush, um dos jogos para dispositivos móveis mais populares do mundo, foi comprada pela Activision Blizzard por 5,9 mil milhões de dólares (5,355 mil milhões de euros). No âmbito do negócio, a Activision, empresa de entretenimento interactivo, vai pagar 18 dólares (16 euros) por cada acção da King, um valor inferior ao preço a que estava no mercado no final de Outubro.

Numa nota divulgada esta segunda-feira no site da empresa, o presidente-executivo da Activision, Bobby Kotick, indicou que a companhia continua a concentrar-se na criação do “melhor entretenimento interactivo do mundo”. “Os jogos móveis são a oportunidade maior e de mais rápido crescimento para o entretenimento interactivo, e vamos ter uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo de jogos móveis e as suas equipas talentosas a criarem grandes conteúdos para novos clientes, em novas geografias pelo mundo”, adiantou o responsável.

Com mais de 1600 funcionários, a King é conhecida pelos mega-sucessos Candy Crush Saga e Candy Crush Soda Saga, tendo mais de 200 jogos sob o seu nome, entre eles Farm Heroes, Pet Rescue ou Bubble Witch. Segundo os números mais recentes da empresa, os seus jogos têm 474 milhões de utilizadores activos por mês. Grande parte do sucesso das sagas Candy Crush deve-se ao Facebook. Os jogos, disponíveis desde 2012 na rede social, foram originalmente criados para serem jogados no site do Facebook antes de chegarem aos dispositivos móveis. Com a chegada de Candy Crush, o também bem-sucedido FarmVille, da Zygna, acabou por ser ultrapassado.

Em Setembro deste ano, a King, com sede em Dublin, Irlanda, ocupava o terceiro lugar dos criadores de jogos móveis nas lojas da Apple e do Google, estando actualmente sobre pressão dos investidores para criar um novo mega-sucesso. Por sua vez, a Activision detém títulos como Guitar Hero, Call of Duty ou World of Warcraft, jogos para PCs e consolas da Microsoft, Nintendo e Sony. Com a aquisição multimilionária da King, a empresa californiana dá entrada na indústria dos jogos para dispositivos móveis.