• A maioria vê no caso BES um trunfo eleitoral. Não será de estranhar que, pela primeira vez, PSD e CDS usem a queda dos “poderosos” como bandeira para as legislativas. Mas a comissão de inquérito tem muito mais a mostrar do que as razões da falência do maior grupo privado português.

  • Os deputados fizeram um trabalho que pode ser útil para que casos como o BES não se repitam.

  • Guilherme d’Oliveira Martins alerta para a necessidade de um debate político que afaste o risco de um “terceiro resgate”.

  • Picardia entre Paulo Portas e socialista José Magalhães sobre a compra de submarinos marcou uma parte da audição do vice-primeiro-ministro, em que este admitiu que Salgado lhe pediu ajuda a 20 de Maio de 2014.

  • O ministro da Presidência não se mostra adepto do Bloco Central, mas diz que os resultados eleitorais podem “empurrar o país para isso”. Já sobre a Justiça, polémico, afirma que, com este Governo, os “poderosos” são “cidadãos iguais aos outros”.

  • O documentário Poder sem Controlo, de Harald Schumann, traz novas revelações sobre o “grupo de funcionários não eleitos que receberam o poder de mudar radicalmente” Portugal, a Grécia, a Irlanda e Chipre.