Ex-agente do FBI acusado de trabalhar para oligarca russo que ele próprio investigou

Charles McGonigal tentou remover Oleg Deripaska, aliado de Vladimir Putin, da lista de sanções dos EUA. Acesso que tinha a informações confidenciais preocupa ex-funcionários dos serviços secretos.

Foto
Charles McGonigal à saída da audiência em Nova Iorque Reuters/ANDREW KELLY

Um ex-caçador de espiões do FBI em Nova Iorque foi acusado esta segunda-feira de receber pagamentos em dinheiro de mais de 225 mil dólares (207 mil euros) enquanto supervisionava casos altamente delicados e de infringir a lei ao tentar remover o milionário russo Oleg Deripaska de uma lista de sanções dos EUA.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários