Há 5000 anos, as crianças ibéricas terão desenhado corujas nos brinquedos

Estudo compara placas de ardósia de há cinco milénios, encontradas em Portugal e Espanha, com desenhos de crianças do século XXI. A coruja seria vista como um animal protector na Idade do Cobre.

Foto
Uma réplica de uma das placas de ardósia (à esquerda) e uma das placas originais (direita) recolhidas e que apresentam características semelhantes a corujas DR

Os jogos de tabuleiro, o pião ou mesmo a bola chegariam mais tarde. Há 5000 anos, as brincadeiras seriam outras. A hipótese que agora surge, e é para já ainda uma hipótese que carece de confirmação futura, é a de que uma dessas brincadeiras envolvia placas de ardósia gravadas em forma de corujas – e que foram encontradas na Península Ibérica.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários