José Ruy (1930-2022): o incansável humanista da banda desenhada portuguesa

Histórico da nona arte, deixou dezenas de álbuns e uma vasta colaboração em revistas, transpôs Os Lusíadas para BD, e o seu entusiasmo inspirou várias gerações de autores. Tinha 92 anos.

obituario,amadorabd,bd,culturaipsilon,banda-desenhada,livros,
Fotogaleria
José Ruy (1930-2022) Câmara Municipal da Amadora
obituario,amadorabd,bd,culturaipsilon,banda-desenhada,livros,
Fotogaleria
José Ruy (1930-2022) DR

Morreu esta quarta-feira, aos 92 anos, o autor de banda desenhada, ilustrador, pintor e argumentista José Ruy, que se estreou nos anos 40 e se manteve activo até ao fim, publicando cerca de 80 álbuns, vários deles com edições estrangeiras, e contagiando autores mais novos de diferentes gerações com a sua paixão pela arte de contar histórias em quadradinhos.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários