No Porto, Mind the Glass: comidas de tacho em bistrô elegante

A ideia é partilhar coisas como um arroz de enchidos ou uma massada de línguas de bacalhau em contexto e ambiente moderno. Ainda por cima com a oferta de mais de 600 vinhos a copo.

critica,vinhos,gastronomia,gastronomia-critica,fugas,porto,
Fotogaleria
No Mind the Glass, no Porto, a ideia é partilhar pratos tradicionais num contexto e ambiente moderno Nelson Garrido
critica,vinhos,gastronomia,gastronomia-critica,fugas,porto,
Fotogaleria
No Mind the Glass, no Porto, a ideia é partilhar pratos tradicionais num contexto e ambiente moderno NELSON GARRIDO
critica,vinhos,gastronomia,gastronomia-critica,fugas,porto,
Fotogaleria
No Mind the Glass, no Porto, a ideia é partilhar pratos tradicionais num contexto e ambiente moderno NELSON GARRIDO
critica,vinhos,gastronomia,gastronomia-critica,fugas,porto,
Fotogaleria
No Mind the Glass, no Porto, a ideia é partilhar pratos tradicionais num contexto e ambiente moderno Nelson Garrido
Fotogaleria
No Mind the Glass, no Porto, a ideia é partilhar pratos tradicionais num contexto e ambiente moderno Nelson Garrido

O desafio é mesmo degustar, e nem tem que ser obrigatoriamente ao jantar. A partir do meio da tarde, e com uma oferta de petiscos e pratos de pequenas porções, a proposta é mesmo para não esquecer o copo, e daí o nome adoptado para a casa. Em inglês, porque está na moda, e também porque, afinal, quem manda agora na Baixa do Porto são mesmo os turistas. Para isso, uma impressionante – e efectiva, sublinhe-se – oferta com cerca de 650 vinhos disponíveis para o serviço a copo.

Sugerir correcção
Comentar