Na Quinta do Ventozelo, o azeite novo é o rei de Novembro

A apanha da azeitona está feita e, enquanto se afina o produto da colheita, no Ventozelo celebra-se já o azeite novo: no restaurante, há menu especial aos fins-de-semana. E já fomos prová-lo.

azeite,trasosmontes,gastronomia,douro,fugas,agricultura,
Fotogaleria
A colheita é sempre manual, por varejo dr
azeite,trasosmontes,gastronomia,douro,fugas,agricultura,
Fotogaleria
O azeite à mesa do Ventozelo dr
,Cantina de Ventozelo
Fotogaleria
Ventozelo na Cantina dr
,Hotel
Fotogaleria
Quinta do Ventozelo, lagares Luis Ferraz
QUINT VENTOZELO
Fotogaleria
Quinta do Ventozelo Luis Ferraz

Há o Olival do Rio, o da Cantina, o da Raposeira, o do Pombal e o da Serra. Ou da Entrada, como também é conhecido - é ele que nos acompanha na entrada da Quinta de Ventozelo, trepando socalcos que do outro lado se despenham em vinhedos, pintados de amarelo e vermelho neste início de Novembro. O rio Douro escapa-se em traço largo, a negro, no fundo deste vale onde tudo o que vemos faz parte da Quinta do Ventozelo, que desde 2019 se tornou uma referência do enoturismo duriense: 400 hectares de área, a parte de leão pertencente à vinha (200). Há ainda floresta (140), pomares e o olival, 20 hectares (incluindo 1,5 em tradicional bordadura de vinhas), no que é, dizem-nos, um dos maiores do Douro.

Sugerir correcção
Comentar