As mães acham que os filhos não têm peso a mais. Onde está o problema?

Entre as mães cujos filhos com 4 anos têm excesso de peso ou obesidade, mais de 80% não têm essa percepção. Estudo confirma que esta percepção enganadora pode ter impacto na saúde futura das crianças.

Foto
Em Portugal, uma em cada três crianças tem excesso de peso ou obesidade PAULO PIMENTA

Há uma ideia cravada no nosso imaginário: as crianças mais cheiinhas são mais saudáveis. Nada é tão linear assim e uma prova disso é a dificuldade que as mães têm em perceber se os filhos têm ou não peso a mais. Fixemos os dados: entre as mães cujos filhos com 4 anos têm excesso de peso ou obesidade, mais de 80% não têm essa percepção; entre as mães com filhos de 7 anos, essa percentagem ronda os 70%.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários