Hallelujah: Leonard Cohen abre as portas de um Porto/Post/Doc (neuro)diverso

Com filmes sobre Nan Goldin, Elfriede Jelinek e Annie Ernaux, e os mais recentes de Susana de Sousa Dias, Catarina Alves Costa ou Sergei Loznitsa, o festival decorre entre 16 e 26 de Novembro.

annie-ernaux,cultura,portopostdoc,cinema-portugues,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Documentário "Hallelujah – Leonard Cohen, a Journey, a Song" é o filme que dá as boas-vindas à edição 2022 do Porto/Post/Doc MJ KIM
Leonard Cohen, singer and songwriter, at home in Los Angeles, Calif., September 2016.
Fotogaleria
Leonard Cohen na sua casa, Los Angeles, Califórnia, Setembro de 2016 Graeme Mitchell/Redux
annie-ernaux,cultura,portopostdoc,cinema-portugues,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
"All the Beauty and the Bloodshed", documentário de Laura Poitras sobre a fotógrafa Nan Goldin, Leão de Ouro de Veneza 2022
annie-ernaux,cultura,portopostdoc,cinema-portugues,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
"Les Années super-8", o “diário pessoal” de Annie Ernaux e David Ernaux-Briot

Hallelujah – Leonard Cohen, a Journey, a Song, um documentário sobre a canção de Leonard Cohen que se tornou um dos mais improváveis êxitos da história da música, é o filme que dá as boas vindas à edição 2022 do Porto/Post/Doc. A obra de Daniel Geller e Dayna Goldfine, que não terá estreia nacional, fará a abertura oficial do festival, a 16 de Novembro, no Coliseu do Porto. O programa da nona edição do festival de “cinema do real” feito “para o público da cidade e do Grande Porto”, mas que interessa também aos programadores internacionais – nas palavras do seu director Dario Oliveira –, foi apresentado oficialmente esta manhã no espaço Maus Hábitos.

Sugerir correcção
Comentar