Sindicatos da função pública recusam 4,8% e exigem aumentos acima da inflação

Fesap e STE pedem aumentos que respondam à subida dos preços e Frente Comum exige aumentos na ordem dos 10% no próximo ano.

Foto
Sindicatos exigem aumentos acima da inflação para a função pública. Rui Gaudêncio

O aumento de 4,8% para os salários do sector privado, previsto no Acordo de Rendimentos e Competitividade, fica aquém das expectativas dos sindicatos da função pública que não querem ouvir falar em valores abaixo da inflação e que ponham em causa a recuperação do poder de compra no próximo ano.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários