Governo garante que salário mínimo não perde poder de compra em 2023

Acordo de rendimentos não se compromete com um valor para 2023, mas admite-se que aumento deve assegurar um “diferencial adicional” para compensar a inflação e prevê um aumento médio anual dos salários de 4,8% até 2026.

Foto
Nas próximas semanas, Governo e parceiros terão reuniões bilaterais, na tentativa de chegar a um acordo antes de 10 de Outubro LUSA/ANDRÉ KOSTERS

O Governo não revelou qual será o valor do salário mínimo nacional em 2023, mas assegura que os trabalhadores a receber a remuneração mínima não vão perder poder de compra no próximo ano. A garantia foi deixada pela ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que na quarta-feira apresentou aos parceiros sociais uma proposta de Acordo de Médio Prazo de Melhoria dos Rendimentos, dos Salários e da Competitividade.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários