O novo desafio do TikTok: cozinhar frango em xarope para curar constipações. Mas não resulta — e pode matar

A proposta é cozinhar frango em xarope. Mas, além de não curar os sintomas de gripe e constipação, a receita pode provocar graves problemas de saúde e causar a morte.

Foto
O novo desafio do TikTok pode causar a morte DR

O TikTok tem uma nova receita: cozinhar frango em xarope para curar as constipações. Os vídeos já se tornaram virais, mas a ideia não deve ser testada. Além de ser pouco (ou nada) comestível, é também perigosa. Em último caso, pode levar à morte, alertou a FDA (Food and Drug Administration, dos Estados Unidos), em comunicado.

A nova receita, conhecida como NyQuil Chicken (frango NyQuil, em português), uma referência ao medicamento vendido nos Estados Unidos para aliviar sintomas de gripe e constipação, contém substâncias activas como acetaminofeno, dextrometorfano e doxilamina (fármaco com propriedades sedativas). De acordo com a FDA, quando são fervidos, como é o caso, estes químicos podem tornar-se muito mais concentrados e alterar as suas propriedades.

Nos vídeos, o frango é temperado e cozinhado com o xarope até ser evaporado. “Mesmo que não se coma o frango, inalar os vapores do medicamento enquanto cozinhamos pode provocar a entrada de altos níveis de fármacos no corpo. Também pode ferir os pulmões. Simplificando: alguém poderia tomar uma quantidade perigosamente elevada de xarope para a tosse e constipação sem sequer se aperceber”, lê-se no documento da FDA, num aviso divulgado no dia 15 de Setembro.

@queenmeanstajmah #greenscreenvideo #sleepychallenge #chickenchallenge #fyp #fyp? #queenmeanstajmah ? original sound - Taj Garris

Esta não é a primeira vez que a FDA emite avisos contra os desafios das redes sociais que utilizam medicamentos não sujeitos a receita médica. Em Setembro de 2020, o desafio Benadryl, que incentivava os participantes a ingerirem este medicamento em grandes quantidades e filmarem os efeitos secundários, que incluíam alucinações, resultou na morte de vários adolescentes.

Na mesma altura, a FDA alertou para o risco de problemas cardíacos, convulsões, coma e até morte.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários