O ornitorrinco

António Barreto é a favor, como Bolsonaro e a extrema-direita em geral, de uma “escola sem política” e sem valores, o que constitui um velho e estafado truque de uma escola com a política e os valores do reacionarismo ultraconservador.

Foto
Rui Gaudencio

Das muitas afirmações contraditórias e até absurdas do artigo Escola, cidadania e democracia, de António Barreto (A.B.), no passado sábado, uma das mais conspícuas é a de que “A escola deve ser democrática. Mas não deve ensinar a democracia. Nem formar consciências políticas”.

Sugerir correcção
Ler 29 comentários