Guterres manifesta preocupação com central de Zaporijjia e pede a sua desmilitarização

Rússia diz que pode desligar a central nuclear ucraniana. A Ucrânia diz que isso aumenta o risco de um desastre nuclear.

Foto
Recep Tayyip Erdogan, Volodymyr Zelensky, e António Guterres, esta quinta-feira, em Lviv MYKOLA TYS/EPA

O secretário-geral da ONU, António Guterres, expressou esta quinta-feira uma “profunda preocupação” com a situação na central nuclear ucraniana de Zaporijjia, a maior da Europa, controlada por forças russas, numa visita à Ucrânia. Guterres pediu a desmilitarização da central, dizendo que não devia haver nem soldados nem equipamento militar nas instalações da central.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários