Medina e Sérgio, Sérgio e Medina — um problema português

Isto é um exemplo perfeito daquilo que em português se chama, de forma bruta, troca de favores, e que em inglês tem uma formulação mais elegante e sarcástica: “You scratch my back and I’ll scratch yours.

Declaração de interesses: Sérgio Figueiredo foi director de informação quando o programa Governo Sombra estava na TVI, o que significa que o conheço, estivemos juntos algumas vezes, e tenho a melhor impressão das suas capacidades – é inteligente, é rápido e tem um ego suficientemente grande para não ser pau-mandado de Medina, de Costa ou de quem quer que seja. Podia dizer dele o mesmo que ele disse de José Sócrates quando foi detido: “Gosto de Figueiredo, não o escondo.” A principal razão para eu ter passado uma vida a fugir ao popular networking é esta: odeio escrever sobre pessoas com quem privei e das quais tenho o número do telemóvel.

Sugerir correcção
Ler 69 comentários