Um em oito adultos com SARS-CoV-2 tem sintomas de longa duração, conclui estudo holandês

Alguns dos sintomas prolongados mais frequentes das pessoas no estudo foram a dor de peito, dificuldades respiratórias, dores musculares ou cansaço.

Foto
Estudo procurou saber a prevalência da covid-19 longa STEPHANE MAHE/Reuters

Um em cada oito adultos que foram infectados com o coronavírus SARS-CoV-2 têm depois sintomas de longa duração, indica um estudo feito nos Países Baixos e publicado na edição desta semana na revista científica The Lancet. Dados da investigação vão até Abril de 2021. Portanto, ainda não têm em conta variantes genéticas do vírus como a Ómicron (que domina o mundo actualmente) nem completamente o peso da vacinação.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários