Jorge Menezes: “A irracionalidade das decisões políticas” em Macau “visa apenas deixar satisfeito o Partido Comunista Chinês”

O advogado português que vive em Macau afirma que a política “covid zero” “não tem qualquer fundamento científico a nível da saúde pública” e chama “incompetente” ao governo.

Foto
Jorge Menezes é advogado em Macau DR

As liberdades quotidianas dos macaenses estão a ser limitadas pela imposição de fortes restrições por causa da pandemia e os testes obrigatórios de covid-19 são já parte do quotidiano. Com a política chinesa de “covid zero”, na mente dos macaenses está sempre presente a ideia de uma quarentena inesperada, um confinamento que os possa obrigar até a ficar longe da família. Também aumentam os receios quanto à segurança no emprego e à queda do poder de compra, com uma economia a aproximar-se da recessão.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários