“Aqui estamos em Cabo Verde”: no Talude de Loures corta-se a cana-de-açúcar e faz-se grogue

Um bairro cabo-verdiano luta pela sobrevivência, e o reconhecimento, da sua cultura própria. E abre-se, orgulhoso, a visitas guiadas às suas hortas e às destilarias onde, às portas de Lisboa, se produz o grogue.

Foto
O bairro do Talude luta pela preservação das suas tradições, que dá a conhecer a quem o visita daniel rocha/PUBLICO?

Às três da tarde, em plena onda de calor, estar na rua no bairro do Talude, Catujal, Loures, é um teste de resistência física e psicológica. Por isso, quando Rolando Borges empurra um portão e entramos num pátio coberto por uma videira, a sensação é de termos chegado a um pequeno paraíso. O cenário é exótico. “Aqui estamos em Cabo Verde”, dirá Rolando.

Sugerir correcção
Comentar