PCP quer proteger morada de família e PSD o regresso das execuções

Apesar de o Parlamento estar quase fechado para férias, os partidos continuam a apresentar propostas que só serão discutidas em Setembro.

Foto
Comunistas e sociais-democratas apresentam iniciativas opostas em matéria de habitação Tiago Lopes

No mesmo dia, propostas opostas (ou não viessem elas de lados contrários do plenário da Assembleia da República) e com justificações diversas: enquanto o PSD deu esta segunda-feira entrada de um projecto de lei para repor o regime da execução de despejos e entrega dos bens penhorados como antes da covid-19, o PCP entregou um diploma para que os processos de execução de despejo e de hipoteca da casa de morada de família sejam suspensos até ao final do próximo ano.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários