Black Bird canta nas noites mortas do streaming — e tão bem

Uma série de Dennis Lehane, o argumentista de Mystic River, pica diferentes géneros e espicaça a curiosidade e a gula do espectador da Apple TV+.

Foto
Taron Egerton e Paul Walter Hauser Apple TV+

O principal motivo para falar de Black Bird duas semanas após a sua estreia na cada vez mais fiável Apple TV+ é que é o primeiro papel póstumo de Ray Liotta a aparecer nos ecrãs. Mas, coincidência elegíaca à parte, Black Bird é mais do que as muitas coisas que se podem pôr entre hífenes para a definir: série de crime real, drama prisional, folhetim de serial killers, thriller psicológico. É uma obra de Dennis Lehane, o escritor de policiais que David Simon pôs a trabalhar na incontornável The Wire, e é a versão televisiva de um masoquismo guloso.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários