The Strokes e Stromae abrem um Nos Alive a arder em lume brando desde 2019

Festival espera 45 mil espectadores na abertura, esta quarta-feira. Com dois dias já esgotados, e um encerramento coroado pelo regresso dos Da Weasel, a expectativa é de que o Passeio Marítimo de Algés receba um total de 205 a 210 mil pessoas. Mas não há qualquer risco de sobrelotação, garante o promotor.

Foto
Albert Hammond Jr. e Julian Casablancas, dos Strokes, num concerto em Berlim no mês passado Jana Legler/Getty Images

O Nos Alive 2022 está ao lume há quatro anos. As vendas que se iniciaram logo após o grande anúncio feito no fim dos concertos de 2019 no Passeio Marítimo de Algés — de que em 2020 haveria uma reunião única dos Da Weasel sofreram o revés que dispensa grandes explicações: a pandemia, responsável pelo cancelamento de duas edições do festival, com as consequentes trocas no cartaz, algumas delas significativas, como as baixas de Kendrick Lamar ou de Billie Eilish.

Sugerir correcção
Comentar