O Casa Pia está “condenado” a ser um clube profissional

Os “gansos” levaram 83 anos para regressar ao futebol de primeira e por lá querem continuar. Mas, para que isto acontecesse, tiveram de deixar para trás um século de amadorismo.

RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público�
Fotogaleria
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público Rui Gaudêncio
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público�
Fotogaleria
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público�
Fotogaleria
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Sala com espólio do clube. Lisboa. Público
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Biblioteca Museu - Luz Soriano. Lisboa. Público�
Fotogaleria
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Biblioteca Museu - Luz Soriano. Lisboa. Público
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Biblioteca Museu - Luz Soriano. Lisboa. Público�
Fotogaleria
RG Rui Gaudêncio - 06 Junho 2022 - Casa Pia Atlético Clube sobe à primeira liga 83 depois. Biblioteca Museu - Luz Soriano. Lisboa. Público

“Atrevo-me a dizer que já andei nas distritais”, diz a certa altura Victor Seabra Franco, presidente do Casa Pia Atlético Clube há 16 anos, numa longa conversa com o PÚBLICO na recém-edificada sede ao lado do Estádio Pina Manique, um pequeno complexo desportivo com a mata de Monsanto de um lado e a CRIL do outro. “Conheci presidentes de clubes que serviam imperiais. Aquilo era genuíno, a malta conversava. Andávamos ali pela Malveira, Ericeira, Alentejo… Conheci gente que faz um enorme esforço pessoal para manter o clube vivo.” Esta foi a vida do Casa Pia durante boa parte dos últimos 83 anos. Agora, os “gansos” estão “condenados” a serem um clube profissional. Em 2022-23, vão jogar na I Liga. Tudo vai mudar.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários