Palavras puxam ideias

Mais do que um exercício intelectual, social e político, que é, Outra Língua é uma obra, por um lado estimulante para os neurónios, mas igualmente divertida.

critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria
Keli Freitas e Raquel André, na sua encenação, evidenciam um sentido de espectáculo raro filipe ferreira
critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria
O português é uma língua dinâmica, para mais espalhada por vários continentes filipe ferreira
critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria
A peça é um generoso exercício sobre o português filipe ferreira
critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria
"Outra Língua" é uma obra estimulante para os neurónios e igualmente divertida
critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria
critica,racismo,teatro,culturaipsilon,brasil,palop,
Fotogaleria

No princípio, sim, está o verbo, mas também uma história vulgar. Uma portuguesa vai para o Brasil, tudo corre mais ou menos como previsto, com seus problemas de comunicação mas nada de maior. Até conhecer uma artista brasileira que nunca ouvira falar português europeu. Foi um choque e uma descoberta para duas falantes da mesma língua que se viam um bocado às aranhas para se entenderem. E a razão de ser deste espectáculo.

Sugerir correcção
Comentar